Martin Sonka

Informações sobre o piloto

Biografia do piloto

Declarações do Piloto

Martin Šonka é um dos principais pilotos não só na República Checa, mas em toda a Europa, com resultados excelentes tanto na Red Bull Air Race World Championship, como nas grandes competições de acrobacia aérea. Apesar de ter conquistado vários lugares no pódio na Master Class nas quatro temporadas anteriores, Šonka não conseguiu vencer nenhuma corrida em 2016, uma situação que ele e o Team Šonka pretendem inverter este ano.

Šonka começou a voar em planadores e a saltar de paraquedas aos 17 anos perto da sua cidade natal de Sezimovo Ústí. Na Força Aérea, pilotou um caça supersónico, o JAS-39 Gripen, no 211º Esquadrão Tático e integrou a prestigiada equipa de exibição da Força Aérea checa, voando no L-159 ALCA. Obteve também um mestrado na Academia Militar e na Universidade de Pardubice.

Desde que ingressou na equipa de acrobacia da República Checa, em 2005, conquistou inúmeros prémios, incluindo os títulos de vice-campeão europeu geral na categoria Ilimitada, duas vezes campeão do mundo de Freestyle, duas vezes campeão europeu de Freestyle e seis vezes campeão de Unlimited e seis de Freestyle no campeonato nacional checo.

Šonka é uma presença marcante, alto e com uma postura graciosa que resulta de anos a praticar ginástica, além da sua formação militar. O seu talento e disponibilidade têm aumentado consideravelmente a sua popularidade muito para além da República Checa, uma característica que ele capitaliza em prol de uma importante causa social: a proteção das crianças desfavorecidas.

Depois de terminar o campeonato de 2015 muito perto do pódio, o piloto checo e a sua equipa começaram a temporada passada com determinação, conquistando o segundo lugar em Chiba, no Japão. Mas o azar e penalizações inesperadas impediram-no de chegar à vitória nessa corrida indescritível.

"Mesmo tendo sido muito rápidos em 2016, perdemos pontos com três desqualificações em sete corridas e cometemos muitos erros. Mas estou muito feliz pela enorme experiência que adquirimos", diz Šonka, cuja equipa inclui seu o irmão Josef Šonka como coordenador, o técnico Lance Winter, o analista de pista Petr Frantis e o especialista em comunicação Ivan Krakora. "Esses erros foram muito dolorosos, mas eu vejo-os como uma etapa importante que tivemos de percorrer e uma lição para aplicar em 2017. O meu objetivo é usar toda a experiência que adquirimos para ser mais rápido e desfrutar de cada momento deste desporto incrível."